+55 (41) 3534-6050 contato@labadeesportfishing.com.br

Login

Criar Conta

Após criar a sua conta, você fica habilitado a gerenciar os seus pagamentos, confirmações e ainda consegue escrever uma avaliação sobre o seu passeio.
Usuário*
Senha*
Confirmar Senha*
Primeiro Nome*
Sobrenome*
Email*
Telefone*
País*
* Criar uma conta significa que você está de acordo com o nosso Termo de Serviço e Política de Privacidade.

Já tem sua conta?

Login
+55 (41) 3534-6050 contato@labadeesportfishing.com.br

Login

Criar Conta

Após criar a sua conta, você fica habilitado a gerenciar os seus pagamentos, confirmações e ainda consegue escrever uma avaliação sobre o seu passeio.
Usuário*
Senha*
Confirmar Senha*
Primeiro Nome*
Sobrenome*
Email*
Telefone*
País*
* Criar uma conta significa que você está de acordo com o nosso Termo de Serviço e Política de Privacidade.

Já tem sua conta?

Login

5 técnicas para pescaria do Tucunaré Açú

O Tucunaré Açú, considerado um dos melhores peixes para pesca esportiva do mundo, está presente em alguns rios da bacia amazônica. A luta com esse peixe é para ser lembrada por toda a vida, principalmente quando ele pesa mais do que 7 quilos.

No artigo de hoje, preparamos um guia completo para pescaria do Tucunaré Açú.

Vamos mostrar onde você pode encontrar esse maravilhoso desafio aqui no Brasil (incontestavelmente o melhor lugar para encontrar este peixe) e daremos algumas dicas para a sua captura, lembrando sempre que aqui pregamos o pesque e solte.

 

Onde encontrar o Tucunaré Açú?

 

O ponto de referência para o início desta busca ao Santo Graal da pesca esportiva é a cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas. A partir daí temos dezenas de rios onde encontramos esta espécie.

Começando pelos locais mais próximos a Manaus:

  • Região do rio Juma
  • Rio Uatumã
  • Alguns afluentes do Baixo Madeira
  • Região de Barcelos (talvez a mais conhecida e frequentada pelos aficionados)
  • Região de Santa Isabel do Rio Negro
  • São Gabriel da Cachoeira

A temporada normal para a captura deste nobre lutador se inicia em setembro e normalmente termina em fevereiro, podendo variar um pouco devido ao nível das águas.

O ideal é encontrar o local de escolha com o rio na caixa (margens secas, sem muito igapó) e secando, pois isso ativa o instinto de comer muito para iniciar a procriação, fazendo com que o Tucunaré Açú fique muito agressivo e nos traga sucesso em nossa pescaria.

 

Como pescar o Tucunaré Açú?

 

ISCAS DE SUPERFÍCIE

A utilização das iscas de superfície com certeza é a mais emocionante de todas, pois permite que o pescador visualize o ataque, que normalmente é surpreendente e inesquecível.

A isca de superfície requer uma certa habilidade por parte do pescador, que deve dar vida àquela isca utilizada, enganando o predador. Dentre as mais utilizadas, podemos citas as iscas tipo Zara, Poppers, Pencil e Hélices, que vamos tratar como uma técnica a parte.

ISCAS DE HÉLICE

Mesmo que também se encontre em iscas de superfície, resolvi dedicar um espaço extra para as iscas de hélice, pois são consideradas o suprassumo das capturas do Tucunaré Açú.

Há muitas possibilidades sobre por que o Tucunaré ataca essa isca com tanta voracidade. Uma delas é que a ação da hélice imita um peixe em fuga, outra é que o barulho da hélice riscando a superfície da água irrita muito o Tucunaré, provocando-o a ponto de atacar.

Os ataques são cinematográficos, com explosões que nunca seguem um parâmetro!

Independentemente do motivo, a verdade é que a isca de hélice é muito eficiente para pescar os Açús gigantes.

 

ISCAS DE MEIA ÁGUA

Essa é a melhor modalidade para os iniciantes da nobre arte, pois não requer muito técnica e traz muitos resultados. Não existe aquela visão maravilhosa do ataque na superfície, mas a luta é marcante e, muitas vezes, com um tempo maior de briga.

Dentre as iscas mais utilizadas estão as de barbela curta, sub-walk, sticks, jigs e soft.

 

ISCAS DE FUNDO

O trabalho dessas iscas é bastante parecido ao das iscas de meia água. As de barbelas são longas para chegarem mais no fundo e os jigs e iscas soft podem trabalhar mais no fundo quando a situação da estrutura permite. É só deixar que elas afundem um pouco mais assim que caiam na água.

 

ISCAS VIVAS

Muitos consideram que a pesca com isca viva não é esportiva. Não queremos entrar no mérito, pois temos que entender que a isca viva é uma opção muito válida para quem possui alguma limitação motora, por idade ou qualquer outro motivo.

Há diversas operações que oferecem esta alternativa, proporcionando a oportunidade para estas pessoas conseguirem fotografar um troféu que poderá marcar a vida para sempre.

Iscas para pescaria de tucunaré açú. Iscas para pescaria de tucunaré açú. Iscas para pescaria de tucunaré açú.

Amigos pescadores, sempre publicamos novos artigos com o intuito de ajudar de alguma maneira na escolha do local, modalidade de pesca ou mesmo no desafio de capturar os grandes troféus da pesca esportiva.

Nossa missão é sempre informar sobre novos equipamentos como varas, iscas, carretilhas, etc. Esperamos sempre que vocês tenham aventuras com segurança e que fiquem eternizadas nas suas memórias.

Contem sempre conosco.

 

LABADEE SPORT FISHING

GLAUCIO GAPSKI

 

2 Responses
  1. Paulo Roberto Fausto

    Parabéns , pelo artigo , Neumann . LABADEE sempre nos trazendo coisas boas e esclarecedoras sobre pesca. Aguardamos com ansiedade maiores informações sobre House Boat.

Deixe um Comentário